Últimas Notícias
Noticias

Coronavírus (COVID-19)

Coronavirus/block-2

Notícias de Palotina

Palotina/block-6
Videos/block-5

Saúde e Bem Estar

Saúde/block-5

Mais sobre Região

Região/block-4

Caderno Policial

Policial/block-3

Mais sobre Acidentes

Acidentes/block-2

Mais sobre Brasil

Brasil/block-3

Mais sobre Esportes

Esporte/block-1

Últimas Notícias

Mulher perde dois dentes após ser agredida em Guaíra

Um homem foi preso pela Polícia Militar (PM) na tarde de domingo (14), após agredir sua companheira em uma aldeia indígena em Guaíra. O crime aconteceu durante uma bebedeira e a vítima teve dois dentes perdidos.

Segundo a PM, a equipe foi acionada via Copom e, ao chegar ao local, encontrou a vítima e uma testemunha. A vítima relatou que estava bebendo com amigos e o companheiro, quando ele ficou agressivo e começou a agredi-la com socos no abdômen. Em seguida, a arrastou para dentro de uma casa e a agrediu com uma faca, causando a perda dos dentes.

Após a agressão, o homem fugiu em uma bicicleta roxa, mas foi localizado pela PM nas proximidades. Ele estava embriagado e confessou o crime, alegando que a vítima não quis voltar para casa com ele.

A vítima, que é paraguaia e não possui documentos brasileiros, não quis atendimento médico e não soube informar seus dados pessoais ou meios de contato. Já o homem também não soube informar seus meios de contato.

Diante dos fatos, os envolvidos foram encaminhados para a 13ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Guaíra, onde o caso será investigado.


Fonte: Ponto da Notícia

Pai que agrediu filha de 5 meses até a morte falou que criança caiu de rede, diz delegado

A Polícia Civil de Palotina investiga o caso de uma menina de apenas cinco meses de idade que morreu após ser agredida pelo próprio pai, em Maripá, no último sábado (13). O delegado Antonio Laercio Souza, responsável pelo caso, falou sobre as investigações que estão em curso e a prisão do autor, que ocorreu logo após a morte do bebê.

O fato foi comunicado à Polícia por volta das 23h00 de sábado (13), após a bebê dar entrada no Hospital Municipal com diversos hematomas pelo corpo e estaria em parada cardiorrespiratória. Apesar dos esforços médicos, a criança não resistiu e faleceu.

A mãe da criança, de origem paraguaia, relatou à PM que encaminhou a bebê ao hospital depois que o genitor, também de origem paraguaia, a agrediu. Em conversa com a mãe, esta informou que a criança diversas vezes sofria agressões e que o genitor rejeitava a criança.

Segundo o delegado, o autor das agressões disse que o bebê teria caído de uma rede e por isso ficou ferido. Os ferimentos observados pelos médicos, um traumatismo cranioencefálico e hematomas pelo corpo, não eram compatíveis com a história, sendo assim os policiais foram até a casa do suspeito para averiguar. No local, a equipe constatou que a rede ficava sobre duas camas e que uma queda seria amortecida pelos colchões, causando lesões leves ou até mesmo nenhum ferimento.

Diante de toda a situação, a prisão em flagrante do homem foi convertida em preventiva. Ele foi encaminhado para a cadeia pública de Assis Chateaubriand, onde está à disposição da Justiça.

O delegado explicou que as investigações tentam agora descobrir a motivação do crime, o que teria levado o homem a agredir brutalmente a própria filha. Pelo o que foi apurado até agora pela Polícia Civil, o investigado deve responder pelo crime de homicídio qualificado (motivo torpe, vítima menor de 14 anos e feminicídio), com pena que varia de 12 à 30 anos de prisão.

O corpo da bebê foi encaminhado ao IML de Toledo e, posteriormente, transladado para Ciudad del Este, no Paraguai, onde ocorreram os atos fúnebres.

Foto: PCPR


Com informações CATVE

POLÍCIA FEDERAL e BPFRON apreendem mercadorias contrabandeadas na cidade de Guaíra

Na quinta-feira (11), Policias federais e Policiais militares do BPFRON/PMPR, em uma operação conjunta, receberam uma denuncia que em uma residência na área urbana da cidade de Guaíra estariam realizando o descarregamento de mercadorias contrabandeados do Paraguai. Diante da informação a equipe deslocou até o local indicado, e após buscas, foram encontrados diversos volumes de cigarros eletrônicos contrabandeados. Os moradores da residência foram qualificados, e toda mercadoria apreendida foi encaminhada para a Delegacia da Polícia Federal em Guaíra para as providências cabíveis.

Essa operação bem-sucedida é mais um exemplo de compromisso das forças de segurança pública na região, contribuindo para a segurança da comunidade e o enfraquecimento das redes criminosas que atuam na área de fronteira.

Por Comunicação Social da Polícia Federal
Disque denúncia: (44) 3211-1901

Polícia Federal prende um homem e uma mulher com notas falsas em Francisco Alves e Rondon

No início da manhã da última sexta-feira (12/07), Policiais Federais prenderam em flagrante um homem de 18 anos, na cidade de Francisco Alves, e uma mulher de 26 anos, na cidade de Rondon, no estado do Paraná, os quais haviam acabado de receber uma encomenda contendo diversas cédulas falsas nas agências dos Correios.

Os policiais realizaram um monitoramento no Centro de Distribuição dos Correios, nas regiões oeste e noroeste do estado, respectivamente, visando identificar os destinatários das encomendas com produto ilícito. Após a assinatura de recebimento dos envelopes lacrados, a equipe policial abordou os receptores em frente a suas residências, onde ambos confessaram que no interior da encomenda havia notas falsas. 

Ao todo, foram encontrados R$ 2.000,00 em cédulas falsificadas apresentadas em 18 cédulas com a face de R$ 100,00 e 4 cédulas com a face de R$ 50,00 com simulações de itens de segurança presentes em cédulas autênticas como, por exemplo, elementos fluorescentes, fio de segurança e faixa holográfica, as quais, caso entrassem em circulação, poderiam prejudicar terceiros de boa-fé. 

Com a constatação da prática do crime de moeda falsa, o homem e a mulher foram presos em flagrantes e levados para a Delegacia da Polícia Federal em Guaíra para a lavratura do auto de prisão em flagrante. 

Caso condenados, os presos podem pegar uma pena de até 12 anos de prisão pelo crime praticado.

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa


Por Comunicação Social da Polícia Federal em Guaíra/PR
Disque Denúncia: 44 3211-1901

C.Vale abre novas inscrições para o programa Jovem Aprendiz

No período de 10 de julho a 19 de julho, a C.Vale estará com as inscrições abertas para o processo seletivo dos programas Jovem Aprendiz Administrativo e Jovem Aprendiz Indústria, em Palotina (PR). A cooperativa, em parceria com o Sescoop, vai contratar jovens com idade entre 14 e 21 anos (administrativo) e de 18 a 21 anos (indústria), que estejam cursando ou tenha concluído o ensino médio.

As inscrições poderão ser feitas diretamente na Agência do Trabalhador de Palotina (PR). Após efetuada a inscrição na agência é necessário o cadastro do candidato no site https://vagas.cvale.com.br/.

Os selecionados serão contratados para desenvolver tarefas administrativas ou para apoio das áreas industriais com uma carga horária de 20 horas semanais, remuneração mensal pelo salário-mínimo/hora, mais vale alimentação e plano odontológico com custeio de 70% pela cooperativa.

C.Vale abre novas inscrições para o programa Jovem Aprendiz

Fonte: C.Vale

Invasão de propriedade rural em Guaíra mobiliza Guarda Municipal

Equipes da Guarda Municipal de Guaíra foram mobilizadas na manhã desta segunda-feira (15), para uma ocorrência de invasão de propriedade privada.

Segundo a Guarda Municipal, equipes foram acionadas por volta das 09h00 e se encontram no local, uma propriedade rural na estrada da faixinha, região do Taturi.


Um grupo de pessoas, conforme imagens divulgadas nas redes sociais, estariam montando acampamento no local. A princípio, o grupo seria indígena.

Agricultores também se deslocam para o local. Outras equipes policiais também foram acionadas.

Em breve mais informações.



Fonte: Ponto da Notícia

Homem é socorrido pelo SAMU ao ser agredido pelo filho em Guaíra

Na noite de sábado (13), um homem foi vítima de agressão por parte do seu filho na Aldeia Tekoha Jevy, em Guaíra. 

Segundo a Polícia Militar, a vítima estava em uma confraternização quando foi agredido com chutes pelo seu filho, motivado por ciúmes da esposa do pai.

A vítima foi socorrida pelo SAMU e encaminhada à UPA. A polícia não conseguiu localizar o agressor.

O caso foi registrado na 13° Delegacia Regional de Polícia de Guaíra.

Imagem ilustrativa

Fonte: Ponto da Notícia

Polícia Federal realiza apreensão de drogas em Palotina

Em uma operação conjunta entre a Polícia Federal de Cascavel e a Polícia Militar, foi realizada na manhã desta segunda-feira, dia 15, uma ação de busca e apreensão em um estabelecimento comercial no bairro Por do Sol, em Palotina. Durante a diligência, as autoridades apreenderam 550 gramas de cocaína e 200 unidades de droga sintética em comprimido.

A operação resultou na prisão de um homem, que foi encaminhado à Delegacia de Polícia (DP). Toda a apreensão e o flagrante ficaram a cargo da Polícia Federal, que agora segue com as investigações para identificar possíveis envolvidos e a origem das drogas.

A ação faz parte de um esforço contínuo para combater o tráfico de drogas na região, garantindo maior segurança e tranquilidade para a população. 


Por Portal Bem Oeste Notícias

Acipa lança “Conexão” nesta segunda-feira

Nesta segunda-feira (15) a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Palotina (Acipa), realizará a 7ª edição do evento Conexão Acipa. O evento será realizado em agosto na Asfuca com palestras de grande impacto. Este evento traz todos os anos palestrantes renomados do Brasil.   

O lançamento ocorrerá no auditório da Acipa, às 19h, com a participação de diretores, colaboradores, patrocinadores e também pessoas interessadas em saber da programação do evento. Na oportunidade será revelado o nome dos palestrantes.  

O Conexão Acipa tem como objetivo principal promover o desenvolvimento econômico e social por meio do compartilhamento de experiências e conhecimentos dos palestrantes. Este evento reunirá empresários, diretores, gerentes, lideranças empresariais e políticas, colaboradores, professores, estudantes e a comunidade em geral, com um público estimado de mais de 1.000 pessoas.


Por Acipa

Samu atendeu 15 mil paranaenses a mais no primeiro semestre deste ano

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atendeu 15.738 paranaenses a mais no primeiro semestre deste ano, comparado ao mesmo período de 2023. Foram regisdros 610.174 atendimentos frente aos 594.436 no ano passado. Os números incluem os atendimentos realizados por 282 ambulâncias e seis aeronaves coordenadas por 12 Regulações descentralizadas.

Essas Regulações garantem a cobertura integral de todo o Paraná pelo serviço. O secretário de Estado da Saúde, César Neves, relembrou que em 2019 o Estado possuía apenas 68% de cobertura, realidade que mudou com investimentos do Governo do Estado.

“Graças a um trabalho árduo das nossas equipes de Urgência e Emergência, atingimos 100% do território paranaense coberto pelo Samu em 2022. Esses atendimentos são fundamentais para garantir uma assistência rápida e eficaz na missão de salvar vidas no Estado”, disse.

Além dos acionamentos de rotina pelo telefone 192, também houve aumento no número de transferências de urgência. No primeiro semestre de 2023 foram realizadas 86.609 transferências terrestres com ambulâncias do Samu e 378 com a aeronave da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Este ano o número saltou para 100.095 terrestres (+15,5%) e 434 aéreas (+14,8%).

MEDICAMENTO – Desde 2020, a Sesa adquire, com recursos próprios, a medicação Tenecteplase usada para tratamento de ataque cardíaco. O Paraná é o único estado do país que utiliza esse trombolítico já no Atendimento Pré-Hospitalar (APH) de pacientes infartados, por meio do Samu, antes de encaminhá-los ao hospital.

O medicamento atua na desobstrução da artéria bloqueada, restaurando o fluxo sanguíneo e minimizando o dano ao músculo cardíaco. Melhora a dor no peito e a falta de ar, reduzindo as chances de complicações como insuficiência cardíaca, arritmias e até mesmo morte.

Após receber esse medicamento, o paciente tende a ter o quadro estabilizado, garantindo melhores condições clínicas até chegar a um hospital.

Cada ampola do medicamento custa R$ 7.320,00 e é disponibilizada em 59 ambulâncias de suporte avançado do Samu e em seis aeronaves que atendem urgência no Estado. Somente este ano foram utilizadas 224 ampolas e, nestes quase cinco anos de uso, o Estado soma mil pacientes atendidos, num investimento de mais de R$ 7,3 milhões do Tesouro do Estado.

AEROMÉDICO – O atendimento aeromédico é operado pelo Sistema Estadual de Regulação de Urgência e suas centrais. O serviço do Paraná é referência nacional e cada base de helicóptero é responsável por uma área de atendimento de até 250 quilômetros do seu ponto de origem, com voos de até duas horas de duração para possibilitar ida e volta sem a necessidade de reabastecimento.

 Atualmente, todo o Paraná é coberto por cinco bases aeromédicas, que atuam de forma coordenada e complementar. Em Curitiba ficam alocados dois helicópteros, um da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e um do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas do Paraná (BPMOA), além de um avião da Sesa. Cascavel, Londrina, Maringá e Ponta Grossa contam com um helicóptero cada, contratados pela Sesa junto à empresa Helisul, via licitação.

Dados da Sesa mostram que este ano o serviço aeromédico do Estado já registrou 1.565 atendimentos. No mesmo período no ano passado foram 1.601. Os números incluem as remoções de trauma e atendimentos relacionados ao transporte de órgãos para transplante. Em 2023 o serviço bateu recorde histórico em atendimentos, com mais de 4 mil ocorrências.

Todos os serviços aeromédicos do Paraná são financiados com recursos do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde. Anualmente, o contrato dos helicópteros de Cascavel, Londrina, Maringá e Ponta Grossa e do avião alocado em Curitiba, prevê um investimento de até R$ 85,5 milhões, dependendo do uso durante o período.

A pasta também repassou, somente no ano passado, R$ 13,5 milhões por meio do Fundo Estadual de Saúde para o Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA), além de custear as equipes médicas do Samu, que prestam os atendimentos aeromédicos, num montante de R$ 4,3 milhões em 2023.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atendeu 15.738 paranaenses a mais no primeiro semestre deste ano, comparado ao mesmo período de 2023. Este ano, o Estado registrou 610.174 atendimentos, contra 594.436 no ano passado. Os números incluem os atendimentos realizados por 282 ambulâncias, seis aeronaves e duas motolâncias coordenadas por 12 Regulações descentralizadas Foto: Samu/SESA-PR

Fonte: AEN

Agências do Trabalhador iniciam a semana com 24,1 mil vagas, maior número do ano

As Agências do Trabalhador e postos avançados do Paraná começam a semana com a oferta de 24.128 vagas de empregos com carteira assinada, o maior número de oportunidades do ano, superando os 22.013 postos de trabalho com carteira assinada oportunizados na primeira semana de julho. 

A maior parte das vagas ofertadas nesta semana é para alimentador de linha de produção, com 5.960 oportunidades. Na sequência, aparecem as funções de repositor de mercadorias, com 1.007 vagas, operador de caixa, com 946, e faxineiro, com 799.

A Região Metropolitana de Curitiba concentra o maior volume de postos de trabalho disponíveis, com 8.021 oportunidades. São ofertadas 1.224 vagas para alimentador de linha de produção, 711 para operador de telemarketing ativo e receptivo, 533 para faxineiro e 532 para repositor de mercadorias.

Na Capital, a Agência do Trabalhador Central oferta 96 vagas para profissionais com ensino superior e técnico em diversas áreas, com destaque para as funções de eletricista (curso técnico ou superior na área), com 13 vagas, auxiliar de pessoal (cursando superior em recursos humanos), com 8 vagas, cuidador de idosos (curso técnico em enfermagem ou em cuidador de idosos), também com 8 vagas, e auxiliar de contabilidade (superior em ciências contábeis ou áreas afins), com 6 vagas.

A região de Cascavel tem 4.823 oportunidades. São ofertadas 1.598 vagas para auxiliar de linha de produção, 407 para abatedor, 220 para magarefe e 175 para servente de obras.

Também são destaque as regiões de Londrina (2.992), Campo Mourão (1.895), Pato Branco (1.522) e Maringá (1.275). Em Londrina, as funções que lideram as ofertas de vagas são auxiliar de linha de produção, com 822 vagas, repositor de mercadorias, com 176, operador de caixa, com 165, e ajudante de caminhão, com 147 oportunidades. 

Em Campo Mourão, há oferta de emprego para alimentador de linha de produção, com 661 vagas, magarefe, com 240, abatedor, com 78, e trabalhador volante da agricultura , com 63.

Na região Pato Branco, os destaques são para alimentador de linha de produção (542), operador de caixa (85), magarefe (56) e vendedor de comércio varejista (52). 

Em Maringá são ofertadas 386 vagas para alimentador de linha de produção, 120 para montador de equipamentos elétricos, 110 para operador de máquinas fixas em geral e 76 para trabalhador no cultivo de árvores frutíferas.

ATENDIMENTO – Os interessados em ocupar as vagas devem buscar orientações entrando em contato com a unidade da Agência do Trabalhador de seu município. Para evitar aglomeração, a sugestão é que o atendimento seja feito com horário marcado. O agendamento deve ser feito AQUI

Agências do Trabalhador iniciam a semana com 24,1 mil vagas, maior número do ano Foto: Geraldo Bubniak/AEN

Fonte: AEN

Número de motoristas com problema de visão cresce quase 80% em 10 anos

O número de brasileiros com restrições na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) por conta de problemas de visão aumentou quase 80% ao longo dos últimos dez anos. Em 2014, 14,4 milhões de motoristas só podiam conduzir veículos com o uso obrigatório de óculos ou lentes de grau. O grupo inclui ainda pessoas com restrição para dirigir após o pôr do sol e aquelas com visão monocular (visão igual ou inferior a 20% em um dos olhos). Em 2024, esse total já alcança 25,4 milhões – um aumento de 77%.

Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (15) pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), com base em informações da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran). De acordo com o levantamento, atualmente, as restrições visuais respondem por 91% de todas as anotações aplicadas a um total de 27,9 milhões de CNHs emitidas no Brasil. Para a entidade, os números mostram a relevância da saúde ocular para a população e reforçam a necessidade de prevenção e diagnóstico precoce de doenças oculares.

Na avaliação do conselho, diversos fatores contribuem para a crescente demanda por cuidados oculares entre motoristas brasileiros, incluindo o envelhecimento da população; a exposição prolongada às telas de celulares e computadores; e o aumento da incidência de doenças crônicas como diabetes, hipertensão e estresse, além de hábitos que levam à alimentação inadequada, ao sedentarismo e à obesidade.

O mapeamento indica que o Rio Grande do Norte, a Paraíba e o Rio de Janeiro apresentam, atualmente, a maior proporção de CNHs com restrições em relação ao total de condutores. Nesses estados, os números são, respectivamente: 390 mil (42% dos condutores); 371,8 mil (38%); e 2,1 milhões (34%). Já o Acre, que concentra 56,4 mil registros, tem o menor percentual no panorama nacional, com 20% dos condutores apresentando alguma restrição visual para conduzir veículos.

Quando comparados os dados de 2014 com os de 2024, entretanto, o cenário muda. Os estados onde o aumento percentual de condutores com restrições foi mais significativo são: Goiás (129%); Tocantins (128%); Roraima (125%); Mato Grosso (120%); Acre (119%); Amazonas (110%); Rondônia (103%); Alagoas (103%); Maranhão (102%); e Piauí (100%). No extremo oposto, surge o Distrito Federal, com aumento de 40%.

O CBO elencou ainda os principais tipos de anotações relacionadas à visão presentes nas CNHs dos brasileiros. Entre as mais frequentes estão a obrigatoriedade do uso de lentes corretivas, com cerca de 25 milhões de motoristas; e as restrições associadas à visão monocular, com 351 mil casos. Em terceiro lugar, com 152,1 mil casos, estão os condutores impedidos de dirigir após o pôr do sol.

Entenda

O pedido de inclusão de anotações na CNH é feito pelo médico do tráfego ao final da avaliação prévia exigida para a concessão ou renovação da CNH. Durante o exame, o profissional analisa as condições do candidato de conduzir um veículo sem oferecer perigo para outros motoristas, passageiros e pedestres.

Entre as aptidões analisadas, estão acuidade visual; campo de visão; capacidade do candidato de enxergar à noite e reagir prontamente – com resposta rápida e segura – ao ofuscamento provocado pelos faróis dos demais veículos; e capacidade de reconhecer as luzes e sua posição nos semáforos.

“Ao identificar a existência ou sintoma de deficiência de visão, o médico do tráfego orienta a busca por uma avaliação especializada, que será feita por um oftalmologista, para que seja feito o diagnóstico exato do problema e a respectiva prescrição do tratamento”, destacou o conselho.

Foto: Joédson Alves/Agência Brasil


Fonte: Agência Brasil